Como se prevenir contra o golpe do delivery?

homem-recebendo-golpe

O golpe do delivery ganhou espaço nas mídias nos últimos tempos devido ao grande número de vítimas que vem fazendo.

O delivery é uma facilidade que beneficia a todos e é uma das tendências tecnológicas que mais cresce atualmente, sendo usada principalmente por restaurantes e lanchonetes. Esse sistema de entrega oferece mais comodidade ao cliente, pois proporciona uma vitrine online com fotos dos melhores produtos, com preços acessíveis e entrega a domicílio.

Além disso, os sistemas mais famosos de delivery permitem que os clientes acompanhem a entrega em tempo real, sem necessitar ficar entrando em contato com a empresa para saber como está o andamento do pedido.

Com toda essa facilidade proporcionada, foi impactante quando os veículos de comunicação começaram a anunciar os primeiros golpes que ocorreram em deliverys.

Imagine a cena: você pede o seu jantar, o entregador chega, e você passa o cartão na maquininha para realizar o pagamento. Nenhum problema até então, certo? Errado! Nos golpes que ocorreram em entregas, o entregador golpista colocou como pagamento na maquininha um valor muito maior do que o que realmente deveria ser cobrado.

Sim! Eles roubam o máximo de dinheiro que houver em sua conta usando maquininhas danificadas, falsos telefonemas e até contam histórias mirabolantes de acidentes que aconteceram com outros motoboys.

Se você quer saber como se proteger do golpe do delivery, continue lendo esse artigo e conheça os principais detalhes a respeito dessa fraude.

O que é o golpe do delivery?

Esse crime ficou popular há pouco tempo, com a ascensão dos principais aplicativos de delivery, como Ifood, Uber Eats e Rappi. De acordo com CNDL/SPC Brasil, o número de pessoas que passaram a pedir comida em aplicativos é de cerca de 55% da população brasileira. 

Junto com o aumento de consumo, aumentaram também os golpes. Segundo o Procon, as denúncias de golpes aumentaram mais de 185% em um ano, sendo que 200 queixas foram realizadas contra aplicativos de delivery, como o Ifood.

Diversas pessoas perderam quantias enormes de dinheiro. É o caso da famosa modelo Yasmin Brunet, que chegou a perder R$ 7,9 mil reais em um golpe do delivery.

Tais queixas criaram uma onda de pânico na maioria dos consumidores que pedem comida em aplicativos. Afinal, como se proteger de situações como essa? Existe algo que possamos fazer para evitar cair nesse tipo de fraude?

A resposta é sim! Apesar de golpes acontecerem quando menos esperamos, existem algumas coisas que podemos fazer para evitar esse tipo de situação. Uma delas é conhecer como esses golpes são aplicados.

Como esse tipo de golpe é aplicado?

O golpe do delivery possui diversas versões diferentes, por isso, é importante conhecer cada uma delas. A primeira, é a maquininha de cartão danificada. Essa é a versão mais utilizada nesse tipo de golpe. Nela, o entregador chega com a máquina de pagamento com o visor totalmente danificado, onde não é possível ver nitidamente o valor que foi cobrado.

Se você digitar a senha mesmo nesse tipo de situação, pode acabar perdendo muito dinheiro. O seu pedido simples e barato no valor de R$30,00, pode virar R$3000, 00, e você provavelmente só vai se dar conta do ocorrido após o entregador ir embora.

Outro tipo bastante famoso, é quando o cliente paga a compra no próprio aplicativo, e no momento da entrega o motoboy alega que houve algum problema no sistema, e o pagamento não foi efetivado. Assim, ele pedirá para você refazer o pagamento, com a clássica maquininha de cartão com o visor danificado.

Quando o cliente começa a desconfiar da história, o golpista ameaça levar o lanche de volta. E é nesse momento que ele faz a maioria das vítimas.

Os próprios aplicativos ressaltam que ao pagar o produto pelo aplicativo, não se deve aceitar nenhuma cobrança extra no momento da entrega.

Além desses tipos de variações, pode acontecer também de você receber uma ligação do suposto restaurante onde fez o pedido, te informando que é necessário pagar uma taxa extra ou completar o pagamento. 

Esse tipo de desculpa também é usado pelo entregador no momento que você recebe o pedido. Mais uma vez, caso você informe os seus dados, provavelmente vai pagar um valor muito acima do preço do produto que foi comprado.

Mais uma estratégia dos golpistas para aplicar o golpe do delivery, ocorre quando o “restaurante” liga para o cliente, e informa que o entregador sofreu um acidente, e outra pessoa ficará responsável pela entrega. Quando o substituto chega, informa ao cliente que será cobrada uma taxa extra pela entrega emergencial.

A pessoa, comovida pela história e sensibilizada com o suposto acidente, acaba fazendo o pagamento da taxa, que sai muito mais cara do que ele havia imaginado.

Como se proteger desse golpe?

Após conhecermos quais são as principais aplicações do golpe do delivery, citaremos algumas formas para que você possa se proteger desse tipo de fraude:

  • Tente pagar sempre pelo aplicativo;
  • Não aceite nenhum tipo de cobrança durante a entrega, caso você já tenha feito o pagamento no App;
  • Jamais aceite pagar o pedido em uma máquina em que o visor esteja danificado;
  • Nunca passe os dados de seu cartão por ligação ou aplicativo;
  • Confira sempre o valor tanto na maquininha, quanto no comprovante;
  • Ao sentir qualquer desconfia, faça contato imediato com o restaurante;
  • Na dúvida, recuse o pedido e o pagamento. É uma atitude melhor do que arriscar e perder o seu dinheiro.

Como já dissemos no começo desse texto, os deliverys existem para a nossa comodidade. Por isso, você não precisa deixar de usá-lo por medo ou insegurança. Basta tomar as medidas necessárias e se prevenir contra possíveis situações fraudulentas.

Se apesar dos cuidados recomendados, você foi vítima do golpe do delivery, o Auxilia Consumidor pode te ajudar a resolver o seu caso de forma fácil e segura. Temos advogados especialistas em Direito do Consumidor que irão analisar a sua situação, e te guiar até a resolução mais prática do seu caso. 

Acesse o link abaixo e resolva o seu problema.