Como não cair em um golpe ao comprar um veículo?

golpe-e-veículos

Comprar um automóvel é um dos maiores sonhos da vida dos brasileiros. Costumamos planejar durante anos qual é o carro perfeito e juntamos dinheiro durante um longo período para podermos finalmente realizar o desejo de ter um veículo próprio. Contudo, muitas pessoas veem o seu sonho se transformar em pesadelo ao realizarem a compra e perceberem que caíram em um golpe ao comprar um veículo. 

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Serasa, 41% dos entrevistados apontaram como sonho comprar um veículo. Então, você deve imaginar o sentimento de frustração e indignação das vítimas que por tanto tempo guardaram dinheiro para investir na compra de um automóvel, mas acabaram lesadas no momento dessa realização.

A verdade é que provavelmente você conheça alguém que infelizmente caiu em um golpe ao comprar um veículo. Ou talvez você mesmo tenha passado por essa situação.

É importante ressaltar que os golpes podem acontecer dos dois lados. Ou seja, você pode ser enganado tanto na compra como na venda do veículo.

Mas não se assuste, isso não quer dizer que você precisa desistir de vez do seu sonho. Com os cuidados necessários, você consegue comprar ou vender o seu automóvel de forma tranquila, sem passar por nenhum tipo de problema.

Para isso, basta apenas se proteger, conhecer quais são os golpes mais comuns e entender quais ações você pode tomar para se precaver de atitudes criminosas.

Pensando nisso, AuxiliaConsumidor by Zeno escreveu esse artigo. Continue a leitura até o final, e saiba os cuidados que você precisa ter para não cair em um golpe ao comprar um veículo.

Como funciona o golpe ao comprar um veículo?

Basicamente, o golpe ao comprar um veículo funciona da seguinte maneira: tanto o comprador quanto o vendedor conversam com um intermediário, que na verdade se trata do estelionatário, e ambos são enganados por essa pessoa. Porém, ao se conhecerem pessoalmente, ambos são levados a não divulgarem o preço do automóvel.

Na hora de pagar, o comprador paga para o golpista, e não para o real vendedor. Vamos exemplificar para você entender de forma mais fácil.

Uma pessoa anuncia um carro ou uma moto em um site de vendas de automóveis. Ele realmente deseja realizar a venda do seu veículo, por um preço convencional, dentro dos paramêtros.

Em seguida, o golpista entra em contato com o vendedor, afirmando que está interessado em realizar a compra do automóvel. Assim, ele pede que o vendedor reserve ou retire o anúncio do ar, para evitar novas pessoas interessadas.

Após realizar o contato com o vendedor, o golpista faz um outro anúncio, divulgando o carro que a outra pessoa está vendendo. Porém, o valor anunciado é muito abaixo do que foi cobrado inicialmente. Fingindo ser o dono do veículo, ele divulga as fotos em diversas redes sociais. Devido ao  baixo valor cobrado, muitas pessoas se interessam e entram em contato para realizar a compra.

Depois de trocar mensagens com possíveis compradores, o golpista escolhe uma possível vítima que se interessa em ver o veículo.

Assim, entra em contato com o real vendedor, e diz que um parente ou amigo irá pessoalmente saber quais são as condições do automóvel. Além disso, ele convence o vendedor a não falar sobre o preço, dando alguma desculpa para esse pedido.

O real comprador então vai ver o carro, mas também é convencido a não falar sobre o preço, pois o carro não é da pessoa que está vendendo.

Posteriormente, o comprador entra em contato com o golpista para realizar o depósito do dinheiro. No momento em que a vítima vai pegar o carro, toda a farsa é descoberta.

Nesse momento, o estelionatário já bloqueou tanto o vendedor quanto a vítima que realizou o pagamento.

E agora? O que deve ser feito ao ser vítima de um golpe ao comprar um veículo? Responderemos essa dúvida nos próximos parágrafos.

O que fazer ao cair nesse tipo de golpe?

Nessa situação, estão envolvidas duas pessoas inocentes, que não tinham conhecimento a respeito do que estava acontecendo.

O comprador, que pagou pelo carro, acha que foi lesado pelo vendedor e  que tem direito ao veículo por ter realizado o pagamento. 

Já o dono do automóvel, que também foi enganado, acredita que o direito de continuar com o veículo é dele, visto que não recebeu nenhum dinheiro que oficialize a compra.

Se você estiver nessa situação, é importante que entenda que o vendedor de fato não tem culpa e foi tão vítima quanto você. 

Por isso, reúna o máximo de provas possíveis que comprovem a transação, como extrato bancário, recibo, anúncio do golpista e todas as mensagens que foram trocadas.

Após isso, registre um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima de você.

Ainda, é essencial que você procure a instituição bancária na qual a transação foi realizada. Não há nenhuma garantia de que o dinheiro será devolvido, mas é uma tentativa válida a ser feita.

Agora que você já sabe como funciona o golpe ao comprar um veículo, é importante que saiba o que fazer para evitar passar por essa situação.

Como evitar cair nesse golpe?

Como falamos no início deste texto, você não precisa desistir do seu sonho de adquirir um automóvel. Basta ficar atento a essas dicas que separamos para você:

  • Desconfie quando a oferta parecer boa demais. É muito difícil uma pessoa vender o seu veículo com um valor muito abaixo da tabela Fipe, afinal o prejuízo será grande para ele.
  • Sempre investigue antes de realizar qualquer pagamento: se o anúncio foi criado em um site, procure pela reputação do vendedor. Se foi feito nas redes sociais, veja se ele já fez outros anúncios. Além disso, verifique se há algum processo ou reclamação.
  • Não acredite em negociações feitas por terceiros e desconfie de histórias onde seja dadas muitas desculpas. 
  • Não faça o pagamento antes de pegar o automóvel pessoalmente. 

Se mesmo com essas dicas, você ainda caia nesse golpe, o AuxiliaConsumidor by Zeno pode te ajudar a resolver esse problema. Os nossos advogados especialistas no Direito do Consumidor irão analisar o seu caso e te guiar na melhor solução possível. 

Saiba como podemos te ajudar em casos de golpe ao comprar um veículo.